O alimento de cada dia

Cenoura com abacate

Embora não seja uma combinação das mais óbivias, essa é uma ótima ideia, de acordo com uma pesquisa da Ohio State University (EUA). O estudo comparou o consumo de dois pratos de cenoura crua, sendo que um deles tinha, abacate, e concluiu que juntar os ingredientes na mesma refeição causa um aumento significativo na conversão da vitamina A em uma forma mais ativa da substancia, o que acaba acarretando em uma melhora da saúde da pele, do esqueleto e dos olhos. Além disso, mais que quadruplicou a captação de alfacaroteno, que está associada a uma maior expectativa de vida.
“Enquanto o abacate tem baixa frutose e é rico em gordura insaturada, a vitamina A, presente na cenoura, é lipossolúvel. Por isso a absorção é maior”.
WOMEN’S HEALTH / julho 2018


Carnes & salsinha

Nem precisa dizer o quão importante é manter os vegetais na dieta. Mas os alimentos verdes, como a salsinha, o espinafre e a couve, quando combinados com comidas que foram fritas ou grelhadas, têm propriedades que auxiliam no combate ao câncer. Carnes grelhadas e fritas estão ligadas á formação de componentes causadores de câncer conhecidos como HCAs. Os Fitoquímicos nas folhas verdes neutralizam esses componentes prevenindo que eles danifiquem as células do corpo e os quebrando em outros nutrientes não tóxicos.
Um estudo da Universidade Kyushu, no Japão, apontou a redução de células cancerígenas na urina pela metade quando 70g de salsinha foram consumidos com uma porção de 150g de salmão frito. Outro estudo, comandado pela University of Arkansas (EUA), descobriu que o alecrim possui um efeito parecido quando ingerido com uma porção de carne gralhada.
WOMEN ´s HEALTH / Julho 2018


Tomate com azeite

Só de imaginar fatias de tomate regadas com azeite extravirgem, você já estácom água na boca? Otimo. “ O tomate contém licopeno, que auxilia na prevenção de doenças cardíacas e a maior parte dos canceres. E como se trata de um nutriente lipossolúvel, o azeite é uma gordura boa que, quando consumida, ajuda na absorção do licopeno”. Os cientistas concordam: um estudo realizado pela Deakin University, na Astrália, descobriu que pessoas que consomem tomate com azeite de oliva têm cerca de 82% de aumento na concentração de licopeno no plasma sanguíneo. Em outro estudo, o óleo de girassol também se mostrou um ótimo auxiliar na absorção do licopeno. Pórem somente o azeite de oliva é capaz de aumentar a atividade antioxidante do licopeno.
WOMEN’S HEALTH / julho 2018


Couve & Cítricos

Se você tem alguma noção sobre alimentação saudável, provavelmente já deve saber: a couve e o limão são almas gêmeas. “A maioria das foliáceas de coloração verde-escura, como o agrião e a couve, por exemplo, concentram vitaminas de complexo B, como a B12. E o corpo consegue absorvê-la melhor quando combinada com a vitamina C”. Esta ultima ainda quebra os ferros das folhas em uma forma biologicamente mais bem absorvida. O ferro é fundamental para a saúde da mulher – ainda sim, cerca de 25% delas apresentam baixos níveis do nutriente. “Por conta do ciclo menstrual, a mulher possui uma ‘anemia fisiológica’ todo mês. Então é preciso reforçar o consumo de ferro, que é responsável por aumentar os glóbulos vermelhos que transportam oxigênio pelo corpo”. Se você quer mais energia, promova esse encontro”.
WOMEN’S HEALTH / julho 2018


Oleaginosas & frutas vermelhas

Os seus níveis de colesterol poderão se tornar uma preocupação no futuro? Pesquisas divulgadas no internacional Annals of internal Medicine mostraram que ter colesterol alto na faixa de 20 a 30 anos aumenta em 44% os riscos de obstrução das artérias coronárias, que pode causar um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral (AVC). Porém uma dieta saudável é capaz de reduzir os níveis de colesterol. E uma das aliadas nessa redução é a dupla frutas vermelhas e oleaginosas. “ As frutas da família das ‘berries’, como o morango, são ricas em antioxidantes. E, junto de oleaginosas como amêndoa e castanha-do-Pará, ajudam a diminuir o extresse oxidativo, o que auxilia na redução do colesterol ruim”. Isso porque eles possuem ingredientes complementares . As gorduras monoinsaturadas que diminuem o colesterol das nuts se unem aos componentes de mesma função das berries, formando uma dupla poderosa. E um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition comprovou que essa combinação também auxilia nas funções cerebrais.
WOMEN’S HEALTH / julho 2018